terça-feira, 1 de setembro de 2009

Até que a morte os separe (poetrix)

(02/09/09)

Se era eu o homem da tua vida
Porque não morreste,
Querida?


Um comentário: