terça-feira, 19 de maio de 2009

Maria

(18/05/09)

Maria mulher
Maria que pare,
Porém não embala
Maria que ensina
Ensina a temer, não ensina a amar
Maria que nutre
A um, a dez, a todos, esquálidos, imundos
Maria generosa
Que divide o cuidado
Divide a miséria
Mesmo quando nada há para dividir
Maria temente,
Daquilo que teme, nos torna descrentes
Maria esposa
Esposa devota de um deus sobre a terra
Do grande modelo, do senhor da guerra
Esposa ingrata
Maria do não
Maria que hospeda
Do não aconchego
Da água, do frio, do medo
Maria censura
Maria clausura
Maria tratante
Maria impostora
Maria indulgente
E intolerante
Maria egoista
Maria do pouco
Que muito exige
Que não nos dá nada...

Maldita Maria!

.

Um comentário:

Ademar Oliveira de Lima disse...

Estive por aqui aprendendo um pouco com o seu blog!! Abraços Ademar!!!